domingo, 14 de julho de 2013

Minha História com o Feltro - O começo

Esses dias, ao remodelar o layout do blog, fiquei com um gostinho de saudade, de como "recordar é bom, é viver!". São tantas as memórias que vem quando falamos do nosso trabalho, das pessoas que nos influenciaram, nos ensinaram tanto, não é mesmo? Muito gostoso isso tudo!
Resolvi, então, procurar entre os meus arquivos por uma fotinho super especial pra mim e que queria compartilhar com vocês, pois tem tudo a ver com a minha história com o Feltro.

O começo da minha história com o feltro

Como já contei a vocês, minha história com o feltro começou em 2009, em setembro para ser mais precisa! Vira e mexe eu via na tv, em revistas e em feirinhas, pessoas que vendiam enfeitinhos super delicadinhos e engraçadinhos feitos em feltro. Eu achava muito interessante, mas nunca sequer havia costurado ou bordado algo.
Mas curiosa que sou, adivinhem? Resolvi tentar!
Fui comprar material e já errei logo no começo: comprei agulhas de bordado sem ponta (o que mais tarde vi que não daria certo... risos), linhas de crochet coloridas (porque eu tinha lido que usavam essas linhas no trabalho com feltro) e alguns pedaços de feltro liso. Ah! E um pouco de manta acrílica para o enchimento!
Eu queria fazer chaveirinhos para começar! Decidi que faria dois simples, de bichinhos que gosto muito e que à princípio pareciam simples: porco e urso panda. Mas só a carinha, porque tava começando...(risos).

Olha, foi um sofrimento total! Não conseguia costurar, o alinhavo ficava todo feio, desalinhado, não conseguia furar o feltro... foi um stress total! Mas, pra resumir, aprendi MUITAS lições nessa primeira experiência! E que compartilho com vocês, para que vocês saibam que todo mundo tem sempre muito a aprender e aprendemos muito com os nossos erros.

Vamos às dicas?
1) O feltro é um tecido não tecido, feito de fibras sintéticas, resistente porém delicado. Portanto, seu manuseio deve ser também delicado, evitando assim que ele se estique, se deforme com o manuseio.
2) Utilize uma tesoura somente para o feltro. Eu, por exemplo, tenho uma tesoura grande e uma pequena só para o feltro (a pequena para detalhes), enquanto tenho outra tesoura só para tecido e uma só para papel.
3) A agulha para bordar ou costurar o feltro tem que ter ponta! O feltro é delicado, mas é um tecido resistente, portanto a ponta vai ajudar a furá-lo e assim conseguir passar com a linha por ele. 
4) Linha para crochê pode sim ser usada no feltro, mas tudo depende do efeito que você deseja à peça e do tamanho dela. Atualmente utilizo linha para bordado em todas as minhas peças em feltro, pois são mais delicadas e conferem um acabamento também mais delicado.
5) Utilizo e recomendo as linhas da Coats Corrente, pois são de qualidade impecável, resistentes, bonitas e delicadas. Possuem uma grande variedade de cores. Adoro! Para bordar utilizo as meadas da Anchor Mouliné. Utilizo 2 fios da meada juntos (cada meada vem com 6 fios).
6) Quanto ao feltro, utilizo somente feltros da Feltros Santa Fé, pois são super bonitos, resistentes e são os melhores do mercado. Possuem variedade de cores e estampas. Sou fã!
7) Treine muito o caseado, alinhavo e todos os pontos de bordado que pretender usar em suas peças. Acabamento bem feito é o que faz a sua peça se destacar em relação às demais!
8) Tenha sempre muita paciência e dedicação no que faz. Não adianta desanimar logo de cara. Eu fiquei bem chateada com as minhas primeiras peças, mas não desisti. Fui treinando, pesquisando, vendo como outras artesãs resolviam as mesmas questões e fui fazendo. Hoje vejo que meu trabalho evoluiu muito por conta disso!
9) Planeje com antecedência sua peça, a composição e combinação de cores, otimizando assim o seu tempo de confecção.
10) Ouse sempre, mas com moderação. É muito bom tentar incorporar novos materiais e detalhes ao trabalho com feltro, mas tudo que é em demasia, pode se tornar cansativo e sem graça. Muitas vezes no artesanato o "menos" é "mais", ou seja, o simples pode ser muito mais bonito e atraente que o exagerado.

Ah! E para finalizar esse post, vou mostrar uma foto dos meus primeiros trabalhos em feltro. 



Que essa foto sirva de incentivo a todos que aqui vem, pois mostra o quanto evoluímos quando nos dedicamos e estudamos cada vez mais! E eu aprendi muito nesses quase quatro anos com feltro e ainda tenho MUITO a aprender!

Super beijo!




2 comentários:

Nanda Tavares disse...

Que legal ler sua história e ver que se parece com as nossas.
Obrigada por compartilhar isto conosco.
Um grande beijo e muiiiita arte pra vc!!!!

Juliana Motzko disse...

Olá Nanda!!
Que bom saber que se identificou com a minha trajetória! Sempre temos muito a aprender e melhorar né? E vamos seguindo nessa trajetória, fazendo muita Arte!
Beijos!