terça-feira, 2 de novembro de 2010

Bonequinha Russa

Ultimamente anda em alta entre os artistas mais "descolados", digamos, ter um Sketchbook.
Não que esse Sketchbook seja novidade, pois era muito utilizado pelos artistas mais antigos (exemplo: Monet, Renoir, Caravaggio, Leonardo da Vinci, Rembrandt etc...), mas creio que tenha ressurgido com nome e postura mais "pomposa" agora, na Contemporaneidade! (Bonito, não?...risos).
Para quem não conhece, Sketchbook é um caderninho no qual o artista faz estudos de campo, desenhos sem compromisso, rabiscos e até futuros projetos, sem aquela tensão toda da obra final, mas com o intuito de desenvolver novas técnicas, aperfeiçoar antigas, estudar e até mesmo desenhar por desenhar (o que também faz parte do processo educativo em Artes).
Pois bem... eu comprei um caderninho bonitinho nas últimas semanas e propus-me o seguinte: tentar fazer ao menos um desenho por dia, ou quase isso, para não enferrujar-me e, ainda, melhorar meu traço.

Tenho muito a melhorar em Artes, muito! Mas sinto que não tenho me dedicado o suficiente para reverter isso, para realmente melhorar. Então o meu novo companheiro Sketchbook vai me ajudar nessa tentativa.
E, claro, vou compartilhar algumas coisinhas aqui com vocês!

A primeira obra que compartilho do Sketchbook com vocês é a pequena Bonequinha Russa:


Devo ressaltar que não foi o meu primeiro desenho no Sketchbook... muito pelo contrário... mas é que curti tanto fazer essa bonequinha que resolvi mostrar a vocês!
Essa Bonequinha Russa é chamada Matrioska ou Matryoshka. Foi criada no Japão, mas ganhou notoriedadade na Rússia, onde fez grande sucesso entre as pessoas e tornou-se objeto de coleção.
Sempre via várias pessoas retratando essas bonequinhas, tão delicadas, que desejava um dia a retratar também!
A fiz utilizando nanquim!

Aguardem novas postagens do Sketchbook, as quais marcarei com o marcador "Sketchbook" para facilitar a visualização dos visitantes do blog. Aguardo, também, os comentários e sugestões de todos!
Grande beijo!


Um comentário:

Vitor disse...

Muito bonito, Ju. Continue assim, seu caminho está ficando somente mais rico conforme você faz belas artes. Parabéns!